Brincando e Aprendendo

O dia das crianças está quase chegando e a grande preocupação é "Com o que presentear?"

A dica de hoje é Educar Brincando.




Antes de mais nada o que devemos entender é que as brincadeiras não precisam ser sempre educativas, elas precisam ser inseridas e automaticamente estimular a aprendizagem.



Selecionamos alguns lindos jogos e iremos falar um pouquinho de cada um.

Forma Palavras - Pais e Filhos

Ele desenvolve a linguagem das crianças a partir de 4 anos, o jogo estimula o aprendizado verbal, oral, o raciocínio, a comunicação e a cooperação.



Contém 8 cartelas ilustradas e 160 letras, o jogo promete de forma lúdica relacionar imagem com o nome e o mais importante, a criança aprende brincando.

Regras do Jogo

Com letras viradas para baixo e distribuídas sobre a mesa, na sua vez de jogar, cada criança vira uma letra, se corresponder a figura da cartela escolhida por ela, você ganha a vez, caso contrário, passa a vez para outro adversário.
Ganha a criança que completar sua cartela primeiro.

Jogo da Memória - Pais e Filhos 

Aqui a diversão é garantida para qualquer idade, ele estimula a memória, atenção, observação e concentração das crianças.
O jogo promete educar os pequeninos de forma divertida.





Com 20 pares de cartelas ilustradas dos smiles a criançada cai na brincadeira.

Regras do Jogo

Sem limites de participantes, distribua as cartelas sobre a mesa viradas para baixo, escolha quem será o primeiro, segundo e terceiro jogador, e assim por diante.
Retire um cartão e em seguida o outro, se der o "match" você ganha a vez, caso contrário passa a vez.
Ganha quem acertar maior quantidade de pares.

Vogais - Pais e Filhos

Um jogo pra lá de especial, além de brincar você estará ajudando seu pequeno a estudar, um jogo que estimula acuidade visual, associação, coordenação motora e auxilia no aprendizado da escrita.
Com 30 peças é um jogo para as crianças a partir de 4 anos e com 1 ou mais jogadores.

Regras do jogo

O objetivo deste jogo é auxiliar na aprendizagem da escrita, formação das palavras e senso de associação. 
Espalhe e coloque as cartas de forma que a criança consiga vê-las, escolha uma carta com a vogal, pergunte para o pequenino, - Qual é a letra? Em seguida, peça que escolha palavras com a mesma vogal para completar o conjunto, isso faz com que a criança descubra as vogais e suas aplicações e se interesse pelo aprendizado.

Qual é a Palavra - Pais e Filhos 

Testar o vocabulário é a brincadeira da vez desse lindinho.
É indicado para crianças acima de 7 anos como uma forma de aprender novas palavras brincando.
  
Esse jogo contém 1 tabuleiro, 6 peões, 180 cartas de perguntas e 24 fichas de letras.

Regras do Jogo

Cada jogador escolhe um peão e o coloca no início do tabuleiro, com as cartas embaralhadas sobre a mesa, distribua as 4 fichas com as alternativas, A, B, C e D para cada jogador. 
Escolha quem irá começar a brincadeira, faça a primeira pergunta, os demais jogadores escolhem a alternativa desejada, não deixem os outros verem o que você escolheu. 
Depois de escolhidas, todos mostram a sua alternativa, quem acertou anda o número de pontos estabelecidos na carta e o jogador que leu a pergunta também, ganha quem chegar primeiro.

Cuca Legal - Pais e Filhos 

Quer testar melhor seus conhecimentos? Cuca Legal é um super jogo que promete te desafiar com mais de 300 perguntas, a diversão é garantida para toda a família. 


Com 1 tabuleiro, 6 peões, 1 dado e 56 cartas com 6 perguntas cada.

A brincadeira vai longe!

Regras do Jogo

Distribua os 6 peões no tabuleiro, escolha quem será o primeiro jogador, depois disso é só escolher uma carta e fazer a pergunta, quem acertar anda uma casa, quem errar permanece.
Ganha quem chegar primeiro.

Bônus 

Não poderíamos sair sem dar aquela dica super especial, os jogos estimulam muito o aprendizado mas não substitui as lições de casa passadas pela escola.
Tenha sempre o hábito de olhar os cadernos, recados dos professores e corrija com eles as lições de casa. A participação dos Pais é fundamental para a aprendizagem e educação de cada criança.




0 comentários: